Anarquico

Regista-te e vem conhecer mundos e dar a conhecer o teu!
 
InícioInício  PortalPortal  CalendárioCalendário  FAQFAQ  BuscarBuscar  MembrosMembros  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-se  

Compartilhe | 
 

 Regula - Dialogo

Ir em baixo 
AutorMensagem
samagaio
Iniciados
Iniciados
avatar

Masculino
Número de Mensagens : 10
Idade : 31
Localização : Porto
Data de inscrição : 12/10/2008

MensagemAssunto: Regula - Dialogo   Sab Out 18, 2008 8:44 am

Tu fazes ronha
Por eu não ser o (?well?) que tu sonhas
Não me ponhas nesse papel
Prefiro folhas em L
Só mais nada, sem rolhas na pele
Tu não recolhas o que já vem na pele
Tens vergonha do quê? Mas eu já te disse
Eu não papo disso, por mais que sejas sensivel como um Compact Disc
Tu não chegas e ditas as regras
Tu picas, gritas, mas nunca celebras
Acredita, isto faz parte são quebras
Eu não quero que faças parte das chebras
Deixa-te de merdas, e colaborações ranhosas
Eu também tou farto de viver discussões rigorosas
E por mais que venhas com intenções manhosas
Eu não sofro depressões amorosas
Tu vens e bazas, perfeito, desmarcas e gozas
Eu não tenho jeito para cartas e rosas
Não te fartas das nossas, mossas e a voz a
Crescer, mas eu apanho sem expressões cor de rosa
Tudo isto é leve e não pesado e (?bevy?) hit us
É assim que tu retiras o que deves e miras
Ela diz o que não deve e bué mentiras
Eu não preciso disso, para mim não serve baby sitters

Desde o principio que eu tinha visto ilusões à brava
E as tuas acusações só para ver se pegava
Não faziam sentido o feitio não dava
Nisso eu sei que fui fodido "Mas já chega pára
O clima em casa já está mau, continua e não pára
As bocas não páram, eles não vão com a tua cara
A minha mãe só me fala dos sitios que ela te encara
E eu tento dar pala para não continuarem
Mãe estás enganada, não me queiras propôr um parceiro"
"Ele já levou uma facada achas que é flor que se cheire?
Filha, tu és licenciada e ele é barbeiro
Achas que vais ter uma vida organizada com um companheiro desses?
Queres ter uma vida a dois com um companheiro desses?
Veres o chegar e teres que o pôr no banheiro vezes
Sem conta e depois perdes a conta
E eu não quero que passes pelo que a mãe fronta
Não é ambiente filha, tu estás na área sente
Os problemas da casa diariamente
Tu queres falar de sofrimento, estás à vontade eu não sou timido
A minha mãe criou dois filhos só com um ordenado minimo
Fora água, luz e gás
Despesas que a casa traz
O tempo atrasa e não dás
Por ela a passar por ti
Tipo vela a queimar a weed
Sentes eu a nightar a weed
Penso se já for pa estar aqui, since back in a days
E é bom que ponhas isto no meio da tua consciência
Só a minha mãe muda o meu meio de sobrevivência
E são os teus pedidos que me chateia a paciência
Caguei pos teus pais, se acham que eu tenho uma feia aparência
Pff, não me acredito que ainda haja quem critique
Sem saber primeiro o tipo, de gente que têm no cubiculo
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 
Regula - Dialogo
Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Anarquico :: ::Musica:: :: :Letras:-
Ir para: